Африканская жара – Calor africano domina Moscou

Novembro é outono em Moscou. Se já não tem neve pra dedéu por todo canto, já é hora de se encasacar todo. Eu vi a primeira neve em outubro e em setembro, mas parece que ano passado demorou muito. Ontem li que eles estão experimentando um ‘calor africano’ para um meio de novembro: entre 8 e 14 graus. Agora, enquanto escrevo esse post, por volta de 21h30 em Moscou, a temperatura é de 9 graus… 2010 entra para a história como um ano definitivamente ‘caliente’ para os russos…

“É preciso destacar que este resultado fenomenal acontece na ausêcia total de sol”, afirmou. O céu de Moscou estava nublado nesta quarta-feira.

O recorde anterior havia sido registrado em 1927, com 12,6°C. Na terça-feira, a temperatura máxima em Moscou chegara a 12,3°C.”

Mais info, aqui.





email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


Uma resposta para “Африканская жара – Calor africano domina Moscou”

  1. […] 12/11/2010 – Categoria Na imprensa, Vida na Rússia Escrito por: fabyuri | Deixe um comentário Eu tinha comentado sobre os recordes de temperatura para esse meio de outono em Moscou. Aí fui ver hoje as novas e… novo recorde mundial: em […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Vazamento suspeito: vídeo da agressão a repórter

Taí o suposto vídeo da agressão ao repórter Oleg Kashin, do 'Kommersant'. O tal apanhou muito. O que se diz,...

Fechar