A vergonha do país

0
20
views

Nos últimos dias, site ‘Pozor Rossii’ – a vergonha da Rússia – vem mobilizando a ‘runet’, apelido da web de lá. Nele, os internautas podem escolher as figuras populares do país que mais envergonharam a nação na História. E os favoritos são barbada: Vladimir Putin, Boris Yeltzin e Mihail Gorbachev ocupam o top 3, respectivamente.

Mas entre os ‘indicados’ estão nomes polêmicos. A jornalista Anna Politikovskaya, chamada de propagandista a favor de chechenos, Stalin, Lenin, Garry Kasparov, Ivan o Terrível, Roman Abramovich e até Lev Tolstoi!

O legal da votação é que os internautas podem incluir o nome de seus favoritos na eleição e fazer campanha nos fóruns. Tudo bem que há uma moderação, mas ela seria ‘leve’, segundo os administradores do site. Pode indicar, criticar e até fazer piada. O que não vale é baixaria. Afinal, o site é sério!

Até o dia 15 de janeiro, os indicados eram 95 e o site contabilizava mais de 35 mil votos, batendo os 5 mil comentários. Tudo isso em apenas dois dias. Ou seja, um sucesso. Mas aí veio o lado ruim: a equipe do site não aguenta mais trabalhar e não dá conta, já oferecendo repassar a página para quem tenha estrutura.

E mais: ‘investigações anônimas’ associaram o nome dos criadores do ‘Pozor Rossii’ a donos de sites pornôs e spammers poderosos. Teoria da conspiração?

E vale lembrar que o ‘Pozor Rossii’ é uma resposta natural a um outro fenômeno da ‘runet’: o site ‘Imya Rossya’, que elege os maiores nomes da história do país. Mais ufanista, impossível. E isso deve ter irritado a turma de lá.

Mas o fato é que é divertido votar e escolher, tanto a grande figura do país, quando aquele que mais envergonhou a pátria mundo afora. Imagina se a moda pega por aqui…

Artigo anteriorQuanto vale o show?
Próximo artigoÀ Ucrânia, com amor
Mestrando em Russo pela USP, formado em jornalismo pela UFF, Letras português - russo pela UFRJ e quase-formado em Cinema, ainda pela UFF, com pós-graduação em Moscou, pela MGU. Morei em Moscou e conheço bem muitas outras cidades russas e do Leste Europeu. Sou um profundo interessado no Cáucaso, onde também estive em várias cidades algumas vezes.
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here