Ar-condicionado vai se espalhando pelo metrô

0
58
views

Enfim, começam a circular amanhã, dia 1 de julho, os vagões com ar-condicionado na linha anelar (ou circular) do Metrô de Moscou, conhecidos como “Rusich”. Já disse aqui no blog, e vivo repetindo: Moscou pode ser quente que nem o inferno em julho. O ar é seco, estilão Brasília, e fica muito abafado. Viajar nos vagões velhões, sobretudo na hora do rush, se torna um inferno.

Os novos vagões – que já circulam em alguns trechos desde 2003 – têm, além do ar-condicionado, mais portas, displays eletrônicos, mais luz e sobretudo mais conforto. E o metrô da capital russa, que durante muito tempo ficou paralisado, alheio às mudanças, dá o braço a torcer. Ano passado, além dos caixas-expresso que vendem bilhetes unitários e duplos, o sistema adotou caixas automáticos e… cartões de crédito!

E até 2015, o metrô de Moscou planeja inaugurar mais duas linhas para se juntar às 13 em funcionamento. A primeira começa na atual estação “Park Pobedy” e iria atravessar a estação “Savyolovskaya” e acabar quase no quarto anel viário. A outra, “Solnsevskaya”, sairia da mesma “Park Pobedy” até a região “Solnsevo”. São 60 km que ainda estão sendo planejados e cuja construção vai durar, no máximo, 6 anos.

Aqui, você pode conhecer o interior do novo vagão e ter a sensação de viajar no metrô de lá. E de carro novo!

Só para lembrar: o metrô de Moscou começou a operar em 1935 e tem, além das 13 linhas citadas, quase 200 estações, espalhadas por quase 300 km de trilhos, e transporta cerca de 9 milhões de pessoas por dia, em média. O que transforma o metrô de Moscou no mais eficaz do mundo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here