Banda de folk metal russa Arkona faz tour no Brasil

3
49
views

E não é que, para minha surpresa, uma banda russa de metal vem tocar no Brasil? Trata-se da Arkona (site e Facebook), que está na estrada desde 2002 e toca o chamado ‘folk metal’, ou sabe-se lá como isso pode ser chamado por aqui. O chamado foi dado pela Mariana Reis, que toca o blog sobre rock/pop russo Polnotch e avisa que estará no público de SP, dia 28/04, no Clash Club. Os russos tocam ainda em Porto Alegre, 26/04, no TBA, Belo Horizonte, 27/04, no Music Hall BHZ, e Curitiba, 29/04, no Music Hall.

Confesso que já gostei mais da banda, uns anos atrás. Acho o CD ‘Vo slavu velikim’ (Rus) interessantíssimo e vira e mexe ouço aqui. Os outros, não ouvi com tanto afinco, mas são legais. É um show curiosíssimo para os fãs do metal. Eu iria, se estivesse numa das cidades acima.

Sei que ninguém escreve perfis de banda como a Mariana Reis, mas vou falar rapidinho do Arkona. São cinco integrantes, com destaque óbvio para a vocalista Masha “Scream”, que faz guturais, death e óperas como ninguém, sendo, talvez, uma das mais versáteis vozes do metal mundial. Completam a formação Sergei “Lazar” (guitarra), Ruslan “Kniaz” (baixo), Vlad “Artist” (baterista) e Vladimir “Volk” (instrumentos étnicos). (Kniaz quer dizer príncipe em russo e Volk, lobo).

O nome Arkona, bom, é uma das fantasias de RPG na Rússia. Faz referência à famosa citadela da lenda pagã eslava, no báltico, onde o deus Svetovid (deus da guerra e da fertilidade, algo como o Marte da mitologia eslava) era adorado. Conta a lenda que a cidade-fortaleza foi dominada e convertida no século XII pelo Rei Valdemar I, da Dinamarca. Ou seja, um nome com fortíssimas referências ao paganismo eslavo (muito embora segundo um grande chapa amigo meu, essas lendas e povos sejam todos germânicos ou escandinavos. Vai saber…). O fato é que toda essa mitologia é pano de fundo para o uso de figuras de linguagem pagãs nas letras, um visual medieval caprichado e uma textura de instrumentos esquisitos riquíssima.

Como eu disse acima, vale muito a pena conferir, se você gosta do estilo. Afinal, são 10 anos de carreira, fama internacional, 2 DVDs e 9 CDs, sendo que esta turnê é a de divulgação do último disco, “Slovo”, que, literalmente, pode ser traduzido como “palavra”. Mas eu iria mais fundo e aplicaria, sem medo, “Canto”, no sentido lírico, como em “Canto da Ilíada” ou “Canto da Campanha de Igor”, para ficar na mitologia eslava e no século XII. (Aqui você pode saber mais sobre essa pedra fundamental da cultura eslava e aqui pode baixá-la em português).

Agora, escuta aí o som dos caras, se você não conhece. E aparece no show, se puder!

3 COMENTÁRIOS

  1. Tambem gostei muito dessa banda, eu acho o disco goi rode goi!!! um dos melhores. A mistura da musica tradicional russa com metal fica fantastico. Gostei do resumo!! Abraço! 🙂

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here