Da série: turismo pela Rússia – antes de mais nada…

68
1197
views

Acho que um terço dos comentários e emails que recebo, via blog ou não, dizem respeito a turismo na Rússia. Tem (muita) gente que conhece muito mais que eu, claro… Gente que foi mais vezes, vive(u) mais tempo lá, fala melhor… Mas como eu já tenho um bom número de viagens para o maior país do mundo no currículo – vindo de e chegando em vários aeroportos e estações de trens – além de alguns interessantes e viáveis passeios por alguns lugares fantásticos, vou dar uns pitacos para quem quer fazer essa viagem maravilhosa.

Para começo de conversa, se você quer conhecer a Rússia, perca seu preconceito e apague o estereótipo de ‘país comunista’. Os russos são mais capitalistas do que a gente, o país vive um momento econômico pulsante e você vai ver mais Mercedes, BMWs e Audis por lá do que na maioria das capitais mundiais. Ladas, você até vai ver. Mas é muito mais provável que você seja atropelado por um Porsche Cayenne antes disso…

Uma segunda dica é: não tenha medo. A Rússia é bem como o Brasil: se você ficar no circuito turístico, as chances de algo dar errado são mínimas. A diferença é que o circuito turístico-cultural lá é praticamente infinito. Museus, parques, cidades, lojas, praças, estátuas, rios, lagos, mares, pontos turísticos, paisagens… Portanto, planeje-se. Meio dia no Hermitage, em São Petersburgo – na minha opinião o maior e melhor museu do mundo – é perda de tempo. Assim como menos de 3 dias em Moscou não te dão a noção de muita coisa.

A terceira dica básica é: pesquise e arrisque, mas com cuidado. Hotéis são uma boa pedida, pois são mais seguros. Mas uma casa de família ou um albergue te dão a chance de conhecer gente interessante. De avião, procure sair da Alemanha, Espanha, França e Itália, países onde sempre há ótimos preços de passagens, já que são grandes destinos turísticos de russos. De trem, chegar da Polônia, Estônia, Letônia, Lituânia ou Finlândia são excelentes pedidas. Mas atenção: para pousar ou cruzar de trem Ucrânia ou Bielorrússia, você precisará de visto de trânsito, que deve ser providenciado em seu país de origem.

A quarta dica básica é: tente aprender ao menos a ler em russo. O alfabeto cirílico é fácil de ser decorado e tem semelhanças com o grego. Se você tem alguma noção de língua eslava, melhor ainda. Mas ler russo é imperativo. A maioria dos cartazes, placas, pôsteres e indicações estão em cirílico. A Rússia é um importante pólo turístico. Mas o fluxo é interno. Ou seja, Moscou e Petersburgo recebem uma horda de turistas durante todo o ano, mas são pessoas das ex-repúblicas soviéticas ou mesmo de estados ou cidades russas mais distantes. Logo, todos falam russo. A infraestrutura para inglês ou espanhol é precária. É mais fácil você se criar em alemão ou até francês…

A quinta dica é: escolha com cuidado a época do ano que você vai. Maio é o mês ideal. Tem temperatura agradável, os preços estão baixos, hotéis e atrações turísticas estão novinhos em folha e vazios e tudo está florido, se preparando para o verão russo. Mas a primavera por lá pode ser fria, com temperaturas que variam entre 5 e 20 graus.

Escolher qualquer outra época tem altos riscos. De outubro a março, nem pensar. O inverno é infernal e imprevisível. As temperaturas atingem -20 graus facilmente, com neve até o pescoço. Muita coisa bacana fecha e as pessoas ficam com um péssimo humor. Já no verão, as temperaturas atingem 35, 40 graus, é muito abafado e seco. Os preços disparam e as atrações turísticas são concorridíssimas. É difícil arrumar passagens de avião ou trens e, por isso, as pessoas também ficam com o humor prejudicado…

Por isso, faça um esforço e escolha abril, agosto ou setembro, no máximo. Maio é o mês perfeito. Qualquer coisa for a disso, complica.

Nos próximos posts, vou postar alguns roteiros de 5, 7, 10, 12 e 15 dias. Acho que, ficando menos de cinco dias, você perde o melhor da festa. Ficando mais de 20, a festa perde o melhor de você. A língua se torna um grande empecilho, visto que você vai enjoar de ser excluído e o lugar vai enjoar de excluir você.

Resumindo as dicas: perca o medo e os estereótipos, não tenha medo, planeje-se rigorosamente, crie noções do idioma e saiba que a época do ano vai determinar se você vai amar sua viagem ou odiar.

E pé na estrada!

PS.: um outro terço dos comentários que recebo é sobre o ‘golpe da loira’ – em geral homens que se apaixonam por russas pela web, geralmente um conto do vigário. E o último terço é de perguntas gerais sobre a Rússia, além de um elogio aqui e uma crítica ali. Todos são muito mais que bem-vindos!

68 COMENTÁRIOS

  1. Olá,primeiramente gostaria de parabenizar pelo blog,ele é fantástico.Aproveitando o post sobre turismo gostaria de saber como funciona a maioridade por lá,vou para a Rússia no ano que vem e vou ter 18 anos completos,mas lá 18 já representa maioridade e teria alguma complicação na viagem por causa disso?

    • Oi Juliana, obrigado pelos elogios e pelo comment.
      Quanto à maioridade, com 18 anos vc pode viajar normalmente por todo o mundo, sozinha. A não ser que vc pretenda casar por lá, imagino que não vá ter complicações…
      Abraços!

  2. Olá!
    Obrigada pela dica do voo direto. É realmente uma notícia bem legal, mas pelo que vi no site da Transaero, esse voo só funciona no inverno deles, o que é uma pena para nós.
    Gostei muito do blog e pretendo lê-lo de fio a pavio antes da minha viagem em junho.
    Um abraço,
    Bia

    • É verdade, Bia. A mocinha simpática da Transaero me avisou que, esse ano, seria um ‘teste’. Se pegar, o voo vai ser mantido. Lembro que no inverno deles é quando eles mais viajam para lugares ensolarados – no caso, nosso verão. Mas seria interessante ter esse voo no nosso inverno, para curtirmos o verão deles também né?
      obrigadão pelo apoio, pela visita e pelo comment!
      volte sempre

  3. Excelente post!!!
    Euzinha aqui devo encarar o verão pesado da Russia… Já estou me preparando psicologicamente para o calorão seco e para a muvuca!
    E estou animadíssima! Como o namorado é professor de faculdade, as únicas possibilidades seriam julho ou dezembro… Não tive outra opção!

    • vai ser fantástico. o estado de espírito, na verdade, importa muito mais do que quaisquer outros fenômenos climáticos, financeiros, emocionais e físicos. 😉

    • Oi Natália, tudo bem?
      desculpe a demora na resposta. bom, piter pode ser mais quente que moscou, mas certamente é mais agradável, pois venta mais e é mais úmida.
      para turismo, procure ficar sempre próxima a Nevskii Prospekt, entre a Moskovskii Vokzal e o rio Neva. pode ficar do outro lado da margem também, é bem bom.
      trace um quadrante entre os metros vasiliostrovskaya, tchkalovskaya, gostinyi dvor e sadovaya. é onde estão os principais pontos turísticos e a ferveção!

  4. caara, seu blog é demais! partilhamos do mesmo amor – a rússia! mal posso esperar para ajuntar os “meus trocados” para conhecer essa famosa mãe rússia!!!
    estou para começar a aprender o idioma, pois não quero ir pra lá apenas gesticulando e irritando os outros! xD
    qdo vc vai à rússia, compra passagens por qual agência? pois pacotes turísticos como os que eu tenho visto são impossíveis, devido ao preço em euro! quer um exemplo? vi um pacote para 15 dias na transiberiana por quase 8 mil EUROS!
    mochilão é a melhor pedida!xDDD
    bjuuss e parabéns pelo blog!

    • oi fernanda,
      obrigado pela visita e pelo comentário!
      bom, quando vou, compro as passagens – aquelas que estiverem mais baratas. uso sites como decolar, edreams ou kayak. os pacotes sao mesmo caros e nao te permitem fazer o que vc quer.
      com oito mil euros vc passa um mes na transiberiana e um mes entre moscou e sao petersburgo… 😮

  5. Oi Fabyuri
    Gostei muito de ler seus comentarios! Estarei indo para a Russia em inicio de setembro ,e fico um pouco preocupada com a questao da lingua. Voce acha que e necessario um local ,ou dá para se virar falando bom ingles e frances e um pouco de alemao? O visto para turista nao é mais necessario, certo? Se tiver que escolher entre moscou e sao petersburgo o que voce me diz?
    Um abraço Beatriz

    • Oi Beatriz,
      Muito obrigado pela visita e pelos comentários. Então, minha impressão – e de quem viaja comigo – é de que a língua é sempre um problema. Além de poucas pessoas falarem inglês, sobretudo em Moscou, não se costuma ser muito solícito. Então, minha dica é: planeje muito bem sua viagem. Acho que a Rússia não vai te permitir muitas improvisações…
      Sim, o visto não é necessário. E entre Moscou e Piter, fico com um pouco das duas. Ir à Rússia e deixar de ir a uma ou outra cidade é como ter ido à metade do país.
      Grande abraço e o espaço está aberto para seus textos sobre as viagens!

  6. Sou de orígem russa e falo e leio russo. Vou à Rússia em maio próximo. Não encontrei grupo de viagem para o dia da minha viagem! Será que terei dificuldades? Como farei para encontrar hotéis em Moscou e St. Petersburgo bom e barato? Se me desse dicas, agradeço de coração
    Natalia

    • Boas Natalia,
      Se vc fala e lê russo, está bem. Maio é uma excelente época para viajar para lá. E amigos vc faz pela estrada, sobretudo se tiver familiares. Tem muitos bons sites para se achar hoteis por todo mundo, como hostelworld, hostels.com, octopus… Eu fiz um apanhadão de dicas sobre Moscou e Piter umas semanas atrás. Tem muita coisa boa no blog! Clica aqui http://www.falandorusso.com/tag/turismo-2/
      abraços!

    • Oi Natalia,
      Tem sites como hostels.com, booking.com e edreams.pt. Neles há algumas opções. Tenho algumas dicas aqui no blog, espero que ajudem. Mas, provavelmente, vc já foi e já voltou. Caso queira, conte pro blog como foi sua experiência.
      abracos!
      fab

  7. Olá,

    Gostaria de saber se o seguro viagem para a Rússia é obrigatório. Quando comprei a passagem pela ibéria, eu tive que marcar uma opção na qual eu afirmo que já estou assegurado, no entanto ainda não contratei nenhum seguro.

    Agradeço por qualquer informação.

  8. Hum, não sabia ! Eu cheguei a viajar para os EUA e não adquiri nenhum seguro. Em todo caso, quais os seguros que vc costuma fazer?

    Abraços!

    • Qualquer um, mas seja específico: diga que vai para a Rússia. Acho que MIC seguros vale, mas qq agência de turismo te informa.
      Se vc tiver cartão de crédito Platinum, Personalitte, ou qq outro premium, eles oferecem de graça também essa apolice.
      Abraços!

  9. Parabéns pelo blog, muito bom mesmo!!

    Bom, todo final de ano eu viajo para a Europa com família e amigos, eu sempre tive vontade de ir para a Russia, mas os outros nunca quiseram e sozinho eu não estava querendo ir!! Esse ano consegui arrastar a família e estávamos querendo passar o ano novo em Moscou, na praça vermelha, já estou imaginando o frio absurdo que enfrentaremos!!

    Ficaremos do dia 29 de dezembro (quinta-feira) ao dia 3 de janeiro (terça-feira), o que poderíamos fazer nesse período? Tem alguma dica de hotel, localização??

    Abraço!!

    • Boas Getulio, tudo certo?
      Rapaz, vc vai no ápice do inverno! Sinceramente, minha dica é: vista-se adequadamente. Periga vc pegar coisa de -20º ou menos… As festas de Ano Novo na Praça Vermelha dependem muito do tempo. Pode ter só uns foguinhos, pode ter uma festança. Em função disso, pegue o hotel que fica o mais perto possível da Praça Vermelha. E isso significa gastar um dinheirinho… De atrações turísticas, tem que ver, pq muita coisa fecha já no final do outono e só reabre no fim da primavera. Tem que pesquisar mesmo. Vc vai acabar fazendo um tour por museus – que são excepcionais na Rússia.
      Essas festas os russos, tradicionalmente, comemoram em casa, com a família. É no ano novo que eles fazem jantar e trocam presentes. Então, não é festa de rua como aqui, culturalmente. Mas é uma experiência muito louca, o frio e a neve. Moscou fica muito mais bonita toda branca!
      Depois vou querer um relato de viagem, hein!
      Abraços, obrigado pela visita, pelo elogio e pelo comentário!

  10. Parabéns pelo blog, muito bom!!!
    Bem primeiramente gostaria de tirar algumas duvidas relacionado a visto!
    Estou estagiado num período de 1 ano na Alemanha e estou a 4 meses, e nesse período conheci uma russa que também está fazendo esse intercambio mas o dela é só por um período de 5 meses, nesse período que ela esteve pela Alemanha, acabamos ficando junto estamos já 4 meses juntos, ela voltou pra Russia erra de se espera, mas em fim! a pergunta é, posso viajar e comprar minha passagem pra Russia sem visto quero ficar num período de 15 dias to em dúvida sobre o visto é porque já tenho o visto Alemão! e como é o procedimento mais barato na compra da passagem por agencia de viagem da Alemanha ou direto da companhia, e se é preciso retirar visto qual o procedimento? muito obrigado desde já Agradeço

    • Obrigado pelos elogios, comentário e visita, Marlon!
      Bom, para visitar a Rússia, brasileiros não precisam de visto. Nada tem a ver com visto alemão.
      Comprar a passagem direto da agência ou da própria companhia, tanto faz, depende do preço. Faça uma boa pesquisa e decida. A Air Berlin costuma ter ótimos preços. Imbatíveis, eu diria. Pesquise!
      Abraços!

  11. Fabrício, boa noite! Parabens pelo blog! Eu vivo em salvador e estarei viajando para a rússia no mês de fevereiro. Eu sei que o inverno de lá é rigorosíssimo. Aqui em salvador temos temperaturas regulares por volta de 30 graus, e lá provavelmente vou pegar temperaturas entre -5 e -15. Estou indo para uma cidade do sul da rússia, rostov on don, lá a temperatura é mais amena do que em moscou ou st. petersburgo. A minha pergunta é: você acha que uma pessoa saudável, muito bem agasalhada é claro, pode ficar doente devido a essa diferença de temperatura? Você já esteve lá no inverno e que dicas você pode me fornecer? Obrigado pela ajuda e informações!

    • Boas Ricardo,
      Obrigado pelos elogios, pela visita e pelo comentário!
      Bom, eu sou do RJ, então sei bem o que é calor. Vc vai pegar um frio que provavelmente nunca pegou e nunca vai pegar na vida, depois da Rússia. Se vc estiver muito bem agasalhado, não vai sofrer. Mas dificilmente vc vai conseguir se preparar com roupas daqui. Sugiro que a pessoa que vai te receber também tenha isso em mente.
      Ficar doente é uma grande possibilidade, não vou te enganar. Mas as pessoas vivem lá e sabem como se proteger. Se vc se cuidar, vai ser tranquilo. E eu já peguei uma variação de coisa de 70 graus. O corpo sente, mas, se cuidando, repousando nos primeiros dias, se aclimatando lentamente, dá pra levar numa boa.
      Abraços!

  12. Olá,
    Estou indo para Rússia final do mês, vou ficar hospedada na casa de um amigo russo. É necessário ter a carta convite?
    Obrigada.

    • Oi,
      Teoricamente, não. Mas você irá precisar comprovar sua estadia, caso seja indagada pelos agentes no aeroporto.
      Os requisitos são os mesmos de qualquer outro país: dinheiro, comprovação de estadia e passagem de volta.
      Abraços,
      Fabrício

  13. Parabéns pelo blog. Vc me deixou mais tranquilo em relação à segurança em Moscou. Há muitos comentários sobre assaltos e violência. Pretendo estar em Moscou e St Petersburgo no fim de outubro – mas vc diz q o frio é intenso antes do inverno e muitos lugares legais não abrem. Fiquei na dúvida, se devo ir ou aguardar o px verão.

  14. Fabrício, adorei seu blog.Somos um grupo de 05 casais e sempre montamos nossos roteiros nas viagens, fazendo a maioria por nossa conta.Como estamos pretendendo ir para Moucou e São Petersbugo em maio/2013, gostaria de saber o que é mais recomendado , pegar uma agência tipo Tchayka ou irmos por conta mesmo, reservando tudo e se virando?.Agradeço sua atenção e aguardo sua resposta.
    Obrigada
    Aparecida Aguiar

    • Boas Aparecida,
      Obrigado pelos elogios! Espero que vcs continuem aparecendo – sobretudo para conferir a série sobre a Transiberiana.
      Olha, Moscou e SPb não são de grau de dificuldade máximo, mas podem ser bem chatinhas, sobretudo com língua, dicas do que fazer – e como fazer – além da burocracia do registro, por exemplo. Se vcs forem experientes e não ligarem para a possibilidade de ter algumas dores de cabeça no planejamento, ou se tiverem alguma restrição de orçamento, sugiro que tentem por vcs mesmos.
      Agora, se forem do tipo ‘apenas queremos relaxar e curtir’, peguem a agência.
      Abraços!

  15. Oi Fabrício, parabéns pelo seu blog, muito esclarecedor! Bom, acabo de voltar de uma viagem de férias e já estou pensando na próxima. A Rússia me veio em mente pois é um lugar que desperta muito o meu interesse e também porque acho que a época em que estarei de férias favorece (Agosto/2013). Sei que está cedo para me preocupar, mas quero estar preparada. Bom, lendo os seus posts, posso concluir que a pior barreira é o idioma, falo além do português, somente inglês… As perguntas: qual é a sua dica para não ter problemas com a comunicação (cursos, livros, etc.)? Há algum problema em viajar sozinha? Uma semana em Moscou e 1 em São Petersbugo ou melhor distribuir esse tempo para conhecer também outros lugares?
    Obrigada,
    Fernanda.

    • Oi Fernanda,
      Obrigado pela visita, elogios e comentários. Espero que vc apareça sempre! =)
      Sim, a pior barreira é o idioma, depois a falta de infra para turismo. Olha, vc pode pegar esses phrasebooks, decorar algumas sentenças, mas o mais importante mesmo é, ao menos, ler cirílico. Vai treinando devagarzinho, já que vc tem tempo. Mas ser um analfabeto lá é um problema sério.
      Honestamente, não vejo problemas em mulheres viajando sozinhas. Mas sei lá, eu evitaria os dorms nos albergues e andar à noite, desacompanhada. Ainda mais se vc for morena ou asiática. Há um problema bem sério com racismo por lá. Mas o perigo não é nem 1 décimo do que os estrangeiros enfrentam aqui no Brasil.
      E, sinceramente também, acho uma semana, para quem não fala russo, muito em Moscou. Vc pode deixar tipo, uns 4, fazer uns day trips pelas cidades ao redor da capital e deixar o máximo possível para S. Petersburgo, que tem MUITA coisa pra ver e fazer.
      No mais, vamos nos falando.
      Fab

  16. Olá Fabricio !! esse blog e fantástico.. estou tentando fechar uma viagem á Rússia e, fevereiro onde ficarei 15 dias. Pretendo ir de trem de Moscou para são petesburgo.. mas estou meio receioso do inverno.. Mas não tenho outra alternativa.. vc me indicaria algum hotel a base de 250 reais a diária sou solteiro e tenho 39 anos… um abraço

  17. Olá !! Sou um jovem soropositivo e gostaria de saber se existe obrigatoriedade de teste de hiv para se viajar á russia !! sou assintomático e quero muito conhecer esse país

  18. Olá Fabrício – adorei seu blog e tambem amo viajar. Eu e meu marido pretendemos ir para Moscou e SPetesburgo em Maio , mas pelos seus comentários sobre a língua, me parece interessante contratar algum guia local para nos ajudar, já que não vamos conseguir planejar e estudar tanto qto vc recomenda … Tem alguma dica de guias? Vi alguns sites com guia privado até em português , mas não sei se sao confiáveis…. Obrigada !!! Jamile

    • Oi Jamile,
      obrigado pelos elogios. sobre guias, contratar os free-lancers é sempre arriscado, até por questões de compromisso. o melhor seria mesmo algum via agência. posso tentar achar alguns russos que estudam português para ajudar. mas é só indicação mesmo, sem recomendação de confiança.
      abraço

  19. Muito legal o site . Eu estou com viagem marcada para julho agora , e gostaria de saber se eu terei problemas com racismo em st Piter , Pois tenho pele morena e sou índio descente .
    Ja li vários relatos , muitas pessoas disseram que e um problema grave , e que pessoas de pele escura nao deveriam ir pq são mal tratadas.
    Eu gosto muito de viajar e sei Tb que o brasileiro tem um melindre que e só dele.Eu nao ligaria se um russo nao me desse informações de maneira adequada , ou me encarasse . Para mim o herimitage e maior que isso.Porem se esse problema de racismo ultrapassa essa barreira e clhega até o ponto de eu poder ser agredido na rua ,como alguns dizem ,neste caso a contra gosto eu teria que desistir da cidade . Na sua opinião qual e a real dimensão do racismo em st Piter? Abs e desculpe pelos erros de ortografia . Teclado inadequado.

    • Boas amigo,
      Obrigado pelos elogios. Acredito que, se vc permanecer no circuito turístico, não vai ter quaisquer problemas. Talvez vc percebesse algo se fosse morar mais tempo lá, se rodasse por determinados lugares, mas ainda assim poderia passar sem ver nada.
      Basta praticar turismo consciente que tudo há de dar certo. Mas que Piter é uma cidade altamente xenófoba, é. Infelizmente. Eu presenciei inúmeros casos – e alguns me deixaram negativamente chocado…
      abraços

  20. Quer dizer que se eu ficar naquele pedaço que vai do teatro kirov até o jardim de verão eu terei uma certa segurança ? Ir a estação Finlândia vale a pena ? Pode ser perigoso ? Abs

    • Sim, ficar no circuito turístico é sempre a melhor opção. Como as coisas mudam sempre, sugiro perguntar no seu hostel/hotel.
      Acho que sim, tranquilo ir na Finlândia. Não sei se o Lenin tá lá (ele sofreu um atentado uns anos atrás). Mas é tranquilo.

  21. Oi Fabrício,
    Parabéns pelo blog!!!Estarei viajando pra Rússia entre 20/05 e 03/06/2013. Ficarei 06 noites em São Petersburgo e 03 noites em Moscou. Os demais dias vou aproveitar para conhecer Helsinque e Tallin(Estônia). Todos os hotéis já estão reservados e tenho uma boa noção do que fazer em cada cidade, além de contratar guias para city tour. Vou e volto de trem (Spasan) de St. Petersburgo para Moscou e de St. Petersburgo para Helsinque (Allegro). Tentei comprar as passagens através do site waytorussia.net. Mas fiquei com receio porque, mesmo comprando pelo site, teria que trocar o e-tiquet em estação ferroviária em St. Petersburgo. Seria tranquilo deixar pra comprar os bilhetes diretamente na estação? E em relação aos preços? variam muito? Grande abraço,
    João

    • Boas João,
      Obrigado pelos elogios. Aproveite bem sua viagem! O tempo é o melhor possível.
      E sim, esse procedimento de trocar os bilhetes na estação é normal. Apenas alguns poucos trens permitem que vc viaje com o comprovante impresso em casa. Agora, esse procedimento pode ser um pouco complicado. Se vc tiver a menor dúvida na hora de trocar, peça ajuda.
      Sim, os preços variam muito, muito mesmo. Por horários, rotas, dias, tipos de trem, classe, em dólar, Moscou – SPb pode variar de 15 a 1500.
      Qq coisa, estamos aí.
      abração

  22. OI, FABRICIO!!!
    SEU BLOG ´´E MUITO UTIL. PRECISO DE ALGUMAS INFORMAÇÕES, ESPERO QUE POSSA ME AJUDAR. VIAJARE EM JUNHO DE 2014 COM MAIS 3 AMIGAS, GOSTARIA DE UMA INDICAÇÃO E HOSEL, E ROTEIRO POR 3 DIAS.
    GRATA,
    MONICA

  23. Ola,amei seu blog,amei as dicas muito bom mesmo!!
    Estou planejando ir pra Russia em junho/2014 com meu esposo.
    Gostaria de dicas referente a passagens aereas,agencias,hotel,enfim o que vc puder ajudar.
    Pretendo ficar 4 dias em Moscou e 6 em Sao Petersburgo.
    Grata
    Rita

  24. Olá, boa noite!

    Por favor me de algumas dicas, ganhei uma viagem para Moscou em fevereiro, só que não sei falar inglês muito menos russo e estou desesperada de coo fazer para me comunicar e pegar metrô, ou seja como chegar aos lugares lá. Desde já agradeço

  25. Boa tarde, Fabrício.
    Então, estou na maior dúvida e queria muito a sua ajuda!!
    Estou indo para a Europa no fim de fevereiro e começo de março e tenho amigos indo para a Russia nessa época e iria com eles, mas depois que li seu texto fiquei um pouco desanimada!! Voce acha, sinceramente, que vale a pena eu encarar esse frio e ir com uma turma bacana ou devo procurar outros lugares na Europa pra conhecer??

    Muito obrigada desde já.

    • Boas Nathalie,
      Olha, toda a Europa costuma ser fria em fevereiro, começo de março. Ano passado, nessa época, peguei neve em Barcelona…
      Então, se vc quiser ir, acho válido. Só se preocupe em se agasalhar bem e se informar sobre as condições por lá.

  26. Oi Fabricio!
    Eu planejo ir pra Rússia no final de janeiro, e sei que vou encarar um enoooorme frio. Infelizmente essa é a unica epoca que posso ir, porque é quando minha irmã pode pegar ferias. Os lugares que eu faço questao de ir são os museus de historia de moscou, e queria perguntar se eles fecham devido ao inverno, nao achei nada relacionado nos sites dos museus. Se voce pudesse responder agradeceria. Seu blog é muito bom! Valeu!

  27. Ola Fabricio
    Pretendo ir em maio para russia, mas fazer os paises escandinavos e a russia. gostaria de ir a polonia tb, mas tenho pesquisado os trens e não consigo encontrar com facilidade. existe uma opção melhor indo de moscou para kiev, ou vilnius ou até mesmo misnk para varsóvia ou cracóvia??
    Aguardo contato
    Seus textos sao demais!
    obrigada desde ja

  28. Por favor, preciso muito da sua ajuda. Tendo 15 dias na Rússia, você me aconselha sair do circuito Moscou São Petersburgo e conhecer outros locais do país, ou acha melhor conhecer países vizinhos, como Estônia e Finlândia? Obrigada

  29. Olá.
    Estou indo para a Rússia no final de abril , uma amiga e um amigo. Ao contar aos meus amigos eles ficaram preocupados sobre a segurança, passarei cinco dias e pretendo visitar moscou e st petesburgo, voce tem alguma dica para me dar sobre o assunto? Principalmente sobre segurança ?
    Muito obrigada,
    Aline

  30. Caro Fabrício … parabéns pelo blog … as informações estão sendo muito úteis!!
    Vou para a Russia em maio próximo e tenho uma dúvida … qual a melhor opção para ir de Moscou para St.Peter, trem rapido (sapsan) ou avião (um amigo quer ir de avião para ganhar tempo e diz ser mais barato, mas não estou convencido disso!! rsrs)?? … quais as vantagens e desvantagens de cada um deles?!
    Antecipadamente agradeço!!
    Abs
    Fernando

  31. Tenham cuidado com a Rússia. A máfia está no sistema e não nas favelas. Cuidado com hotéis, restaurantes, postos de turismo e evitem a polícia. Façam seguro de viagem para prevenir problemas de saúde e muito cuidado com o álcool pois a maior parte da vodka servida é puro veneno, não é por acaso que é na Rússia onde morre mais gente por consumo. A educação humana é precária, vi novos batendo em velhinhos, atropelo e fuga, gente machucada no chão e ninguém querendo saber…De resto, apreciem a Rússia que é, sem dúvida, um país com gente muito diferente.

  32. Caro Fabrício,
    Vc tem feito um serviço de utilidade pública….seu blog é imbatível! Bem meu marido e eu iremos para SP em setembro, de 23 a 26. Gostaria q vc nos indicasse um guia q falasse português. Tenho tentado mas não consegui. Outra ajuda q gostaria de merecer de vc é a indicação dos bairros seguros, próximos de alguns pontos turísticos. Somos um casal de mais de 60 anos e estamos muitos entusiasmados com essa viagem. Será um grande desafio! Obrigada pela sua atenção! Mariana.

  33. Ola Fabricio tudo bem, gostei muito do seu blog, gostaria de saber como é morar na Rusia,exatamente em Moscou, namoro um russo, mas gostariaa de saber se tem preconceito contra brasileiro e pessoas afro-descendente, mesmo namorando um russo fico meia apreensiva, voce me exclareceria alguma destas duvidas por favor, e quanto tempo eu poderia ficar lá sem que eu tenha que me casar…obrigada..

  34. Olá Fabricio, adorei seu blog. Vou com minhas irmãs em agosto para a Escandinávia e Russia ( San Petesburg e Moscou) O que vestir por lá nessa época? Como é o clima nesse periodo? Por favor responda. Obrigada

  35. Olá Fabrício! É a primeira vez que vejo seu blog e gostei bastante. Muitas informações precisas, e vc demonstra ser bem atencioso com as perguntas feitas aqui, respondendo-as. Parabéns!

  36. Ola colegas minha namora é da Russia da cidade de carélia.
    Ela esta em São Paulo em minha casa e já esta na hora de seu retorno para Russia eu gostaria de saber como comprar as passagens aéreas mais em conta pois achei uma fortuna kkkkkkkkk como pagar mais barato alguém tem uma dica?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here