Dia de lembrar o ‘outubro negro’ em Moscou

0
122
views

Ontem, em Moscou, foi dia de começar a lembrar dos mortos naquele que foi chamado de ‘Outubro Negro’ (Чёрный октябрь em russo). Para quem não se lembra, foi a crise constitucional que opõs o então presidente Boris Yeltzin e o Soviete Supremo, o parlamento da época. O país esteve à beira de uma guerra civil e, durante os maiores confrontos desde a Revolução de 1917, quase 200 pessoas morreram e outras 500 ficaram feridas.

Tudo começou no referendo de abril do mesmo ano. Em tempos de grave crise, as perguntas eram:

1 Доверяете ли Вы Президенту Российской Федерации Б. Н. Ельцину? – Você confia em Boris Yeltzin como Presidente da Rússia? (58,7 % responderam que sim)
2 Одобряете ли Вы социально-экономическую политику, осуществляемую Президентом Российской Федерации и Правительством Российской Федерации с 1992 года? – Você aprova a política sócio-econômica do Presidente da Rússia e o Governo da Rússia desde 1992? (53,0 % responderam que sim)
3 Считаете ли Вы необходимым проведение досрочных выборов Президента Российской Федерации? – Você considera uma antecipação na eleição para a presidência da Rússia necessária? (49,5 % responderam que sim)
4 Считаете ли Вы необходимым проведение досрочных выборов народных депутатов Российской Федерации? – Você considera uma antecipação na eleição para o Congresso de Deputados da Federação Russa necessária? (41,2 responderam que sim)

Daí para frente, a situação se deteriorou ao ponto de que o Congresso efetivamente depôs Yeltzin, nomeando para seu lugar Alexander Rutskoy. A revolta popular que se seguiu, no entanto, foi determinante para um enterro total e absoluto das pretensões comunistas de retomar a União Soviética e legitimar um então combalido Yeltzin.

Então, 18 anos depois, dezenas de comunistas se reuniram com a nobre missão de lembrar e ‘honrar’ os mortos naquele trágico episódio. E os amigos do jornalismo colaborativo e popular do Ridus esteve lá, nos dois eventos – um perto do metrô Krasnoprenskaya e outro na torre de TV Ostankino. Veja como foi na galeria de fotos (todas do Ridus, aliás).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here