Семён Слепакoв: em frente à embaixada do Brasil…

Eu evito ao máximo tentar traduzir coisas. Travamento meu. Mas essa aqui, botei os óculos e escuros e me atrevi. Trata-se duma música do único disco (acho) do louco Semyon Slepakov (Семён Слепакoв), um dos criadores do programa de comédia crítica chamado ‘Наша Russia’ (Nasha Russia, Nossa Rússia, mas tem que pronunciar Rasha, como um russo tentando falar inglês…), que zoa de todas as formas imagináveis com os esterotipos, situações e afins de lá. Uma espécie de ‘CQC’ ou ‘Casseta e Planeta’. Só que engraçado…

Então, aí que o patrono ad eternum do blog, fonte eterna de conhecimento crítico sobre a Rússia, o nosso bom amigo siberiano Shashkov, manda pro meu e-mail esta pérola, este clipe, do Slepakov. A música chama-se ‘Перед посольством Бразилии’ (Pered posol’stvom Brazilii, Em frente à embaixada do Brasil). É algo como a história de um maluco frustrado russo para em frente à nossa representação consular e começa a viajar sobre como seria estar ali com os brasileiros, ou como seria estar no próprio Brasil.

Daí, a letra em russo essa a seguir. E tem minha…errr… tradução, embaixo. E não precisa nem dizer né? Se você achar que eu vacilei em algo na versão em português, é só largar um comentário.

Перед посольством Бразилии
В пьяном трёхдневном угаре
Я помечтаю в бессилии
О равномерном загаре

Там, за дубовою дверью
Консулы слушают самбу
К ним бы втереться в доверие
И оказаться бы там бы

Там где лишь солнце и пальмы
Там где лишь небо и волны
Где все милы нереально
и максимально довольны

Где в хаотичном порядке
Бёдрами плавно качая
Ходят по пляжу мулатки
Требованиям всем отвечая

Дремлют на лавках бродяги
Средь бесконечного лета
И развиваются флаги
Жёлто-зелёного цвета.

В солнечном городе Бога
Ласковым каменным взглядом
Он по-отечески строго
Смотрит с горы Корковадо

Там в полумраке гостиной
Слушая звуки гитары
Я бы срезал гильотиной
Кончик кубинской сигары

И в брюках из хлопковой ткани
Глядя в глаза океану
Грусть утопил бы в стакане
На пляже Копокабана

И на младых бразильянок
Пылких и жгучих как лава
Я бы в ночных ресторанах
Всё бы спустил до сентаво

Но перед посольством Бразилии
Наша российская лужа
Граждане ходят унылые
И понедельник к тому же…

Em frente à embaixada do Brasil
De ressaca após beber por 3 dias
Eu começo a sonhar, impotente
Com um bronzeado uniforme

Lá, atrás duma porta de carvalho
Os cônsules escutam samba
Para lá eu me infiltraria na confiança
E ficaria por lá, se pudesse

Lá, onde há sol e palmeiras
Lá, onde há céu e ondas
Onde todas irrealmente
E maximamente satisfeitas

Onde em uma ordem caótica
Coxas se movem suavemente
Andam pela praia, mulatas
Exigindo de todos atenção

Vagabundos sonham nos bancos
Em meio a um verão sem fim
E desfraldam-se bandeiras
Nas cores verde e amarelo

Na ensolarada cidade de Deus
Com carinhosos e pétreos olhares
Ele paternalmente e forte
Olha da montanha Corcovado

Lá naquela sala à meia-luz
Ouvindo o barulho do violão
Eu cortaria com a guilhotina
As pontas dos charutos cubanos

E de calças de algodão,
Olhando o oceano nos olhos
Afogaria as mágoas em um copo
na praia de Copacabana

E com as jovens brasileiras
ardentes e fogosas como lava
Eu, nos bares noturnos
Gastaria até o último centavo

Mas em frente à embaixada do Brasil
Está nosso charco russo
Cidadãos andam desanimadamente
E ainda por cima é segunda-feira…

email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


3 respostas para “Семён Слепакoв: em frente à embaixada do Brasil…”

  1. Lude Nunes disse:

    Vivo curioso com relação à imagem que o Brasil transmite ao mundo. E mesmo sendo essa uma música de fins mais humorísticos não deixa de ser uma curiosa amostra da percepção que os russos têm de nosso país. Cercado como sou de pessoas céticas em relação à própria pátria, chega a ser comovente ver que somos de alguma forma considerados uma espécie de idílio tropical. Porém não há como negar que se o pobre Semyon conseguisse vir ao Brasil a última coisa que encontraria no Rio agora seria sossego… Ademais, gostei da descoberta da palavra мулатки.

  2. […] Em frente ?? embaixada do Brasil… : Falando Russo […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Clima de guerra é mais um tiro na fama do RJ

A guerra no Rio de Janeiro, como não poderia deixar de ser, também está sendo bastante noticiada na Rússia. Dia...

Fechar