Mais dicas de Moscou e São Petersburgo no ‘Colherada’

A parceria com o Colherada Cultural foi tão legal, mas tão legal, que acabamos fazendo outro post (relembre o primeiro aqui), agora com um top 10 de coisas que você não pode deixar de ver em Moscou e São Petersburgo. Claro que esse é um roteiro básico, mas já é o suficiente para cobrir uns 15 dias nas duas maiores e mais legais cidades russas.

Aqui está uma amostrinha, com algumas de cada cidade. Mas dá um pulinho lá no Colherada, confere o post todo e não esquece de dar uma curtida!

PRAÇA VERMELHA + KREMLIN
Não tem jeito, a Praça Vermelha, a Catedral de São Basílio e o Kremlin de Moscou são pontos turísticos do nível do Cristo Redentor, da Torre Eiffel, do Coliseu de Roma e da Acrópole de Atenas. Portanto, não dá para fugir deste centenário espaço enorme, que já viu muita, mas muita história. E você não pode deixar de visitá-los com calma, mais de uma vez. Veja os horários do túmulo de Lenin, entre na Catedral e passeie por dentro do Kremlin. Esse é o passeio básico. Aqui, a dica é acordar cedinho, cedinho, e chegar antes das 7h da manhã. Você verá a praça enchendo, ganhando vida e sendo frequentada por VIPs de Hollywood ou chefes de estado. Mas não esqueça de voltar à noite. Sem a luz do sol, o lugar ganha outra dinâmica e revela cantos e ângulos absolutamente fascinantes. Sente-se ali, relaxe e aprecie.

GALERYA TRETYAKOV
Moscou tem uma gama enorme de museus, que vão desde o de História Natual até o de Cosmonáutica, passando por espaços dedicados aos gigantes da literatura mundial, como Tolstoi, Gorki, Dostoiévski e Puchkin, dentre outros. Mas a pérola da capital russa é, sem dúvida, a Galeria Tretyakov. Pequena na entrada, ela é simplesmente gigante. Vá com calma, se você gostar de arte, pois trata-se da maior concentração de alta pintura russa do mundo. Meus favoritos, além de Vasily Kandiski, são as obras de Ilya Repin, “Ivan, o TerrÌvel, e seu filho Ivan”, na sala 30, e as paisagens de Isac Levitan, na sala 37. O mais importante ícone (aquelas pinturas de santos no estilo ortodoxo) da Rússia também estão aqui, na sala 60. Trata-se da “Santa Trindade”, de Andrey Rublyov, uma espécie de “Mona Lisa” da Rússia, pintada em 1420. Imperdível!

ESTAÇÕES DO METRÔ
Todo mundo fala, todo mundo vibra, mas pouca gente tira algum tempo para realmente passear por lá. Mosaicos, granitos, pilastras, iluminação variada, afrescos únicos… Os motivos são muitos, o bom gosto, indiscutível, e a imponência assustadora. Além das óbvias e hypadas, do centro, como Ploschad Revolyusii, Arbatskaya, Mayakovskaya e Oktyabrskaya, visite também estações lindíssimas como Novoslaboskaya, com seus vitrais, Elektrozavodskaya e sua iluminação impressionante, Belorusskaya e seus mosaicos no teto, Komsomolskaya e seus lustres impressionantes e a estação Kurskaya, que esconde beleza até nos corredores de transferências. Aliás, aproveite para rodar bastante e escolher suas favoritas.

PETERHOF, SÃO PETESBURGO
Trata-se de um lugar lindo, com beleza e charme para todos os lados. Tem também uma personalidade forte, que somente cidades que nasceram às custa de sangue, sobreviveram a tragédias e geraram revoluções têm. Ainda assim, Píter, como é carinhosamente chamada, nos brinda com belezas do nível de Peterhof, ou o Jardim de Pedro. Também chamado de “Versailles russo”, este lugar vai fazer seu queixo cair. Não existe, talvez, nada no mundo que se compare, em nÌvel de luxo, beleza ou tranquilidade (excetuando-se aÌ os meses de junho e julho). São fontes, alamedas, coretos, palácios, espelhos d’água, pegadinhas e muito, muito ouro. Fica a apenas 30km do centro de Píter. Se não for, não poderá dizer que conheceu Sã Petersburgo!

Você pode ir de táxi, trem, metrô, ônibus ou até mesmo van. Mas deixe de ser pão-duro e vá da melhor forma: de lancha. Compre os bilhetes perto do Hermitage e navegue pelas curvas do charmoso rio Neva.

FORTALEZA DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO
Um dos lugares mais legais da Rússia é também um dos mais dramáticos. A começar pelo nome em russo, o terror de todo não-falante: petrop·vlovskaya krepost’. Um lugar impressionante, com uma vista deslumbrante e um passado assustador. Aqui estiveram presos nomes como Fyodor Dostoévski, Mikhail Bakunin, Nikolai Chernyshevsky, Leon Trotsky and Josip Broz Tito. E é aqui, também, que nós vemos os locais tentando pegar uma “corzinha” nos poucos dias de sol da cidade. Encostados nas muralhas, os estranhos russos usam até tanguinhas para se bronzear. Visite, mas evite esse constrangimento. Ou não…

Dá um pulinho lá no Colherada, confere o post todo e não esquece de dar uma curtida!

 

email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


8 respostas para “Mais dicas de Moscou e São Petersburgo no ‘Colherada’”

  1. Victor disse:

    Excelentes sugestões.. e vieram em um momento oportuno. Estou planejando uma viagem para Ucrânia e Russia, creio que em julho (bom mês?), mas acabei me deparando com um imprevisto… Eu deveria me preocupar com essa “tick-borne encephalitis”? Além disso a entrada nesses países via trem é complicada?
    Abraço

    • Boas Victor,
      Olha, sinceramente, julho não é muito legal, pois tá quente, é cheio (altíssima temporada/verão europeu) e caro, bem mais caro que o normal. Mas se não tem jeito, é o jeito.
      Encefalite do carrapato? Só se vc planejar se embrenhar nas matas no interior dos países e dormir lá. É algo como febre amarela no RJ/SP. Relaxa. E tb, de trem, tranquilo. Zero preocupação, só curtição. Corre pro abraço!
      Fab

  2. Victor disse:

    Obrigado pela resposta rápida.
    Setembro seria uma escolha muito melhor?
    Bom, aproveitando, alguma sugestão de cidade além de Volgogrado, Moscou, Peter e quem sabe Sochi?

    • Depende de quanto tempo. Até 10 dias eu acho melhor ficar em Moscou e Píter. Já pesquisou Volgograd e Sochi? Além de ficarem bem longe, sei lá, acho que não tem lá muito pra ver.
      Setembro é bem menos hypado, mais barato, mas já é meio frio, chove muito na Europa. Meses ideais são maio e agosto. Mas vai com julho mesmo, se não der agosto.

  3. […] alguns posts anteriores (aqui e aqui), eu dei algumas dicas e elenquei meu top da cidade. Você não pode deixar de ir ao Kremlin, […]

  4. Clarice Treml disse:

    Oi! Adorei o site sobre a Rússia, um país muito interessante e eu tenho descendência lá. Eu estava pesquisando sobre pontos turísticos em Roma e acabei me deparando com esta postagem. Não que eu vá viajar para a Roma, eu não tenho nenhuma grana para isso, mas eu estou fazendo uma postagem no meu blog (http://mundodainformao.blogspot.com) com os pontos turísticos de diversas cidades do mundo e achei melhor pesquisar aqui que entende do assunto quando se trata de Rússia, né? Ah, e é claro que eu deixarei créditos para vocês na minha postagem, ou será plagio.

    Obrigada pela ajuda, tchau e beijos:
    Clarice

  5. Anderson F Goulart disse:

    Olá, pessoal. Vou para Moscou no final de agosto e venho pesquisando bastante a respeito e restou apenas um passeio para completar minha programação: temos alguma feira de antiguidades na capital russa? Algo como o Mercado das Pulgas de Montevideo ou a Feira de San Telmo de Bs Aires? Aqueles cheios de quinquilharias. Desde já agradeço aos amigos. Abraço!

  6. Catarina disse:

    Bom dia a todos!O meu nome é Catarina, sou russa e moro em São Petersburgo toda a minha vida. Trabalho como guia turistica aqui, falo portugues e posso organizar as visitas guiadas aqui para voces! Com muito prazer responderei as suas perguntas! Abraços!
    catalina2507@yandex.ru
    http://www.cadi.spb.ru

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
UFRJ convoca para VII Encontro de Orientais e Eslavas

Como já virou tradição no calendário acadêmico-russófilo-eslavófilo do Brasil, outubro é mês de nos encontrarmos na Universidade Federal do Rio...

Fechar