Mais uma vez, um filme de terror

5
78
views

Quem achou que o pesadelo do terror tinha acabado, após os ataques ao metrô, ano passado (leia aqui, aqui, aqui e aqui), se enganou. Mais uma vez, Moscou foi alvo de um insano ataque, como todo mundo já leu. Dizem que duas bombas explodiram no setor de desembarque internacional do aeroporto Domodedovo, o maior e mais movimentado da Rússia. Nem precisa dizer o caos que acabou sendo ou falar das dezenas de vítimas…

Esse vídeo tem imagens fortes

Estive algumas vezes por lá, no Domodedovo. Não perde em quesito de segurança para nenhum aeroporto americano. São dois pontos de check-in, praticamente. Você tira sapato, casaco, abre mochila, passa por raio-x, verificação pessoal… Há agentes – fardados e à paisana por todos os lados.

O grande problema do Domododedovo é o trânsito: uma grande via é a porta de chegada de carros para lá. E ela está sempre congestionada, provocando uma enorme bagunça para desembarcar/embarcar. Isso em dias normais. Imagine após um ataque terrorista. Uma nota triste foram os taxistas, cobrando até 20 mil rublos (cerca de 700 dólares) por uma corrida até o centro. São, em sua maioria, imigrantes, vítimas do ódio dos locais. Lógico que isso não se justifica, mas a gente sabe que ódio se paga com ódio. Mas, logo depois, o Aeroexpress foi liberado para retirar todos dali, de graça.

Não sou especialista em segurança, óbvio, mas imagino que por isso que o ataque tenha acontecido no desembarque. Muita gente esperando gente o tempo todo, a segurança é desnecessária, enfim, uma vulnerabilidade crítica do sistema em escala mundial. Não estranhe se, em breve, começarem a revistar as pessoas na entrada dos aeroportos.

As imagens… Bom, as imagens são chocantes. Vi umas fotos, enviadas por conhecidos, jornalistas, pegas nos twitteres, facebooks… Tem uns vídeos aqui, no twitter do @stas_grigoryev. Enfim, nada que vá acrescentar qualquer coisa. Bombas, explosões, corpos, sangue. Não adianta nada a gente ver isso.

Mas deixo aqui uma mensagem para você, que pensa em ir para a Rússia, que comprou passagem: vá. A chance de você ser vítima de um ataque terrorista lá é menor, muito menor, do que ser vítima de qualquer tipo de violência aqui no Brasil. A estatística joga a favor.

Infelizmente, assim como a criminalidade faz parte da nossa vida, o terrorismo faz parte da deles. E, da mesma forma que a gente não deixa de viver aqui – e como as pessoas não deixam de vir para cá -, eles seguem vivendo a vida deles lá e a gente segue indo para lá.

PS.: Logo após os ataques, muitas pessoas dizem ter recebido o SMS “МАМА скинь срочно денег на номер…. я в аэропорту” (Mamãe coloque crédito nesse número… eu estou no aeroporto)

PS 2.: Via twitter, as pessoas publicam seus números de telefone, para que outras pessoas liguem e as tirem de lá. Assim como quem está de carro publica seu número, para que outras pessoas liguem e combinem caronas. De graça. Bom uso de rede social.

PS 3.: Mais um bom uso: as placas dos taxistas que estão extorquindo pessoas durante esse momento de crise também estão indo parar no Twitter e as autoridades prometem punição severa.

PS.: 4: Há uma lista das vítimas aqui

5 COMENTÁRIOS

  1. como vc disse, daqui a pouco as pessoas estarão sendo revistadas na entrada do aeroporto, mas aí as explosões vão passar a acontecer na área externa, onde também sempre tem gente entrando e saindo. e aí vão fazer o quê? quando menos se espera, estamos vivendo em constante estado de sítio e vigilância. é triste.
    e, apesar dos apelos para que as pessoas não desistam de viajar a moscou, esse tipo de notícia sempre dá um baque no turismo.
    os dois problemas de que falei compartilham a mesma raiz: o medo, o mal do século 21
    abs

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here