Muro de Moscou

O grupo “Kino” é, ate hoje, uma lenda do rock’n’roll russo. Formado num subúrbio de São Petersburgo – então Leningrado -, lançou seu primeiro disco em 1981. E perdurou, com relativo sucesso, até a morte de seu líder, Viktor Tsoy, em 1990. Daí em diante, Tsoy e seu “Kino” saltaram da fama para um patamar de idolatria entre jovens quase-ex-soviéticos de todas as idades.

Com melodias simples, mas sempre melancólicas ou existencialistas, as músicas de Tsoy chegam direto, sem muitas firulas, falando tudo aquilo que todos sabem, mas que não verbalizam. Isso, aliás, é uma característica das grandes bandas e de grandes músicos de todos os tempos. E, nos anos 80, numa União Soviética que catava os cacos do que sobrara de sua identidade, o “Kino” teve um papel importantíssimo no processo de abertura das mentes da garotada.

Gosto de comparar Tsoy e seu “Kino” – que significa cinema – com Renato Russo e sua “Legião Urbana”. Ambos meio punk, meio new wave, meio “The Cure” e meio “Clash”, nunca deixaram a simplicidade melódica e das letras, tinham fãs entre todas as idades, inspiraram em períodos difíceis em nossos países e foram da morte para o messianismo num piscar de olhos. Mas a comparação é mesmo esdrúxula – já que cada um é cada um, por mais clichê que isso possa soar.

Um dos lugares que mais me emocionou em Moscou é justamente o “Stena Tsoya” – o muro de Tsoy – que fica na Krivoarbatskom pereulok, na famosa rua Arbat. Lá, fãs chocados com a súbita morte do cantor e compositor (um acidente de carro na Letônia), deixam suas mensagens e recados “para” Tsoy desde então.

Eu e 'a banda', no início dos anos 2000, no muro de Tsoy, em Moscou

O muro durou 16 anos, até que um projeto estúpido (Art Destroy Project) pintou quase tudo de preto. Felizmente, a “brincadeira” era temporária, mas irritou os milhoes de fãs pelo país. E vale lembrar que, em muitas outras cidades, muros a Tsoy também foram pintados.

Muro de Tsoy pintado de preto, em 2006: susto temporário

Viktor Tsoy e seu “Kino” encabeçam a lista de lendas do rock russo (ou soviético). Tento traduzir aqui um dos maiores hits – Peremen – que emplacou justamente no finzinho da URSS. E chegou a ser usado como jingle dos partidos anticomunistas nas primeiras eleições pós-soviéticas.

Mudança

Em vez de calor, verduras de vidro,
Em vez de fogo, fumaça
E do calendário, retiram os dias
E o sol vermelho queima até o fim
E o dia vai queimando com ele
Na cidade empoeirada cai a sombra

Mudança! Exigem nossos corações
Mudança! Exigem nossos olhos
Nos nossos risos e nas nossas lágrimas
e nas veias pulsantes
Mudança!
Nós esperamos mudança

E a luz elétrica prolonga nosso dia
E a caixa de fósforos está vazia
E na cozinha o gás queima em flamas azuis
Cigarros nas mãos, chá na mesa – é simples assim
Não precisa de mais nada – tudo está em nós

E não podemos nos orgulhar da sabedoria no olhar
E da habilidade dos gestos das mãos
Nós não precisamos disso para enterdermos uns aos outros
Cigarros nas mãos, chá na mesa – assim os círculos vão se fechando
E de repente se torna assustador mudar qualquer coisa

 

email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


Uma resposta para “Muro de Moscou”

  1. Ricardo disse:

    Muito bom o post parceiro; Parabéns. Tens por acaso outras letras dele traduzidas? tô procurando na internet, mas não acho nada; se puderes enviar algumas, agradeço. Abração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
BBB no ‘planeta bizarro’ à moda russa

E o juiz de Campos, no RJ, que citou as 'gostosas' do BBB e o futebol em sua sentença condenando...

Fechar