Newsweek tem propaganda ‘censurada’ na Rússia

Nos últimos dias, alguns sites russos tentaram ventilar mais um caso de censura contra o meio publicitário russo. Digo tentaram, já que boa parte dos meios de comunicação são estatais. Daí que o ‘ventilador’ acaba sendo basicamente algumas notas ‘pro-forma’, blogs e os raríssimos sites independentes.

Bom, o caso é o seguinte. A revista Newsweek da Rússia criou uma campanha com baneres, cartazes e backlights, para divulgar sua independência. Até aí tudo bem. Não fossem as frases usadas nas peças – um bocadinho polêmicas – elas teriam sido aprovadas e utilizadas sem problemas em todos os lugares. Mas como a agência optou pelo caminho da ‘discórdia’, a campanha acabou sendo vetada em tudo quanto é lugar estatal. O que, na Rússia, é bastante coisa. As peças são baseadas na campanha “Todos sabem. Nós entendemos” e basta passar o mouse sobre elas para ver a tradução.

O mais barulhento – e vergonhoso – dos ‘nãos’ recebidos pela agência Ark Thompson foi do Metrô. Nem em Moscou, nem em Petersburgo, os backlights foram aceitos. A justificativa oficial? Eles infringem o código de propaganda da Rússia: “estão proibidas palavras de baixo calão, descabidas e frases ofensivas, alusões e comparações…”. Mas, segundo a versão russa da Forbes, em matéria bem legal de Anastasia Zhokhova, não há, nas peças, quaisquer palavras ou expressões que tenham qualquer possibilidade de serem enquadradas na tal lei.

E os marketeiros danaram a comentar o caso, mas mostrando um tanto de resignação. Para Olga Kochubeyeva, da Strategist, as empresas estatais podem fazer o que quiserem: “É claro que podem e fazem. Eles são organizações que obedecem regras de monopólio estatal. Para Mikhail Fishman, redator da própria Newsweek, o governo pensa que fazer quaisquer brincadeiras com economia e política abala as estruturas. “O pior é que essa censura absurda vem de gerentes de médio escalão. Imagina, daqui a pouco eles vão ter medo até de amarrar os cadarços de forma idelogicamente incorreta”, diz.

Mas o dono da agência Amlinskii, Andrei Amlinskii, vai mais além. Ele, que frequentemente tem que ceder aos caprichos dos burocratas, diz que o corporativismo tende a piorar: “É uma autocensura de um tipo especial – o homem soviético, ferido pelo capitalismo. Eles pensam ‘para quê vou estragar a relação com meu chefe por causa de alguma revista que quer capitalizar? Vou é ficar na minha’. E isso é uma desgraça que se reflete nas finanças”, sentencia.

E, só pra lembrar, este não é o primeiro caso. No início do ano, a rádio Biznes FM tentou emplacar uma campanha até mais engraçadinha. Em suas peças, o slogan era “Quantos porcento dos servidores aceitam suborno? 87,5” e “Quandos dias vai durar nosso governo? 87,5”. Óbvio que 87,5 era a frequencia da rádio, 87,5Mhz… E óbvio que o comitê regulador de propaganda de Moscou vetou isso na hora. No entando, mesmo sem ver as peças, a campanha foi um sucesso, já que todos comentavam a censura e jornais/sites publicaram os slogans… No ano passado, a Esquire também levou um veto com a campanha sobre política com o mote de Bismarck, que compara a política com salsicha: “Se você souber o que eles colocam dentro, simplesmente não vai mais querer comer”.

Pois bem. Na busca pela liberdade de imprensa e no assentamento do capitalismo, a União Sovié…digo, Rússia, ainda tem um longo caminho a ser trilhado. E eu faço coro com os muitos especialistas e analistas (que geralmente falam abobrinha, mas dessa vez é tão óbvio), que dizem que não há espaço para qualquer mudança na mentalidade russa enquanto ainda houver uma geração soviética. Então, o processo será lento e doloroso.

email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Fora da Copa do Mundo: casa da Rússia caiu e Ucrânia veio junto

É, parece que a casa da Rússia caiu. Mesmo o todo-poderoso santo milagreiro Gus Hiddink não conseguiu fazer o time...

Fechar