Parado no trânsito de Moscou: o trânsito bizarro da Rússia

2
90
views

Para quem acha que o trânsito de SP é um inferno, imagine Moscou. Uma sexta-feira de inverno, a última da estação, dia 27, e todo mundo resolve ir para sua ‘datcha’ (casa de campo). O que acontece? Nada menos que o recorde de 512km de filas na área metropolitana. Para se ter uma idéia, a maior marca de São Paulo é de 155km, do dia 13 de fevereiro deste ano.

Todos os acessos fechados, anéis viários, autoestradas, tudo parado. E a neve caindo. De acordo com o GAI (gosavtoinspeksyi, a CET de lá), o motivo é simples: uma quantidade absurda de carros na rua.

De acordo com o ministério do interior russo, levando-se em consideração tempo, saúde, gasolina e manutenção, por ano, cerca de 1 bilhâo de dólares são perdidos no trânsito, somente em Moscou. E quase 15% da vida de um moscovita de classe média é desperdiçada nos engarrafamentos.

Ano passado, ao chegar em Moscou, uma amiga se ofereceu para nos levar do aeroporto Sheremetevo até onde iríamos ficar, perto do Centro. Uma viagem de 20km levou praticamente 3 horas, num dia de semana comum, por volta das 14h. Minha esposa, já acostumada com o trânsito de SP, ficou em pânico. Mas Olga, nossa amiga, ia levando a vida tranquilamente, conversando com a gente, falando ao celular, cantando junto com os CD. E um frio do cão lá fora…

Tem curiosidade de acompanhar o caos viário por lá? Clica aqui.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here