Píter está no Oscar

Após ter seu filme barrado na lista final, a Rússia está na disputa por uma estatueta dourada com o delicioso ‘Lavatory – Lovestory’ (Ubornaya storya – lyubovnaya istorya), do orgulho de São Petersburgo Konstantin Bronzit, na categoria curtas de animação. O filme conta a história de uma cobradora de um banheiro público que recebe um buquê de flores.

Os traços delicados e expressivos de Bronzit já são conhecidos do grande público. At the Ends of the Earth (Na Krayu Zemli), de 1999, e Alesha (Alesha Popovich i Tugarin Smei), de 2004, são ‘multikis’ – como são conhecidas as animações na Rússia – que estão no imaginário coletivo e já fazem parte da cultura de lá.
Assista ao curta indicado ao Oscar aqui. É imperdível:

Aqui você pode ver mais imagens das animações de Bronzit.

Aqui você pode ver outro curta de Bronzit, ‘Na Krayu Zemli’.

E aqui, um trechinho de ‘Alesha’.

Para ‘melhor filme estrangeiro’, a Rússia indicou ‘Sereia’, da armênia Anna Melikian, sobre uma jovem que fica muda após um ciclone destruir sua cidade. Ela vai para Moscou, arruma um emprego que dispensa a fala: segurar propaganda de uma empresa de celular. Mas aí ela se apaixona e… Mas o filme – um show de sensibilidade – ficou fora da lista dos cinco finalistas da academia.

Veja o trailer de ‘Sereia’ aqui:

email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


Uma resposta para “Píter está no Oscar”

  1. […] Alguns dos filmes já não são tão novos – e podem ser baixados em torrents e vistos no YouTube. Mas é sempre muito legal poder conferir na telona – e com as legendas em português, eventualmente, né? Pessoalmente, gosto muito de “Metrô”, “Amor com sotaque” e “Redenção”. Dos curtas, “História de Banheiro” é imbatível, além das animações – todas são imperdíveis (incluindo algumas indicadas ao Oscar)! […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Anuncie aqui

A propaganda é uma das maiores vítimas da crise na terra dos kremlins. Anteontem, comentei que, sem dinheiro, os partidos...

Fechar