Pravda: professor da USP visita Centro Lusófono em São Petersburgo

Como a maré tá braba pra mim (leia-se trabalho até o pescoço e sem carnaval), vou postar rapidinho aqui uma matéria do Pravda, em português, sobre um dos nossos, o professor Bruno Gomide, da USP, que esteve em São Petersburgo para divulgar nossos trabalhos aqui do Brasil. E também muito legal saber sobre esse centro lusófono da Universidade Hertzen.

Confira a matéria no original aqui.

Professor da USP visita Centro Lusófono em São Petersburgo

Bruno Gomide destaca em palestra o crescimento do interesse do leitor brasileiro por autores russos nos últimos tempos

SÃO PETERSBURGO – O Centro Lusófono Camões, da Universidade Estatal Pedagógica Hertzen, de São Petersburgo, recebeu, na segunda quinzena de janeiro, a visita do professor de Literatura Russa do Departamento de Línguas Orientais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) da Universidade de São Paulo (USP), Bruno Barretto Gomide, coordenador da pós-graduação na área.

Para alunos da Universidade Estatal Pedagógica Hertzen, o professor Bruno Gomide fez uma palestra abordando assuntos como o ensino da Língua e da Literatura Russa na USP e o grande interesse do leitor brasileiro pela literatura russa, especialmente nos últimos tempos, o que tem sido comprovado pela publicação de grande número de traduções. O professor destacou ainda o começo do interesse do leitor brasileiro pela literatura russa, a partir de traduções de segunda mão de edições francesas, lembrando que só mais tarde os livros de autores russos passaram a ser traduzidos diretamente para o português.

Durante a visita ao Centro, Gomide ofereceu vários exemplares de Nova Antologia do Conto Russo (1792-1998), por ele organizada e lançada recentemente, além de outros livros de autores russos, todos publicados pela Editora 34, de São Paulo. Ao lado de nomes como Púchkin, Gógol, Dostoiévski, Tchekhov, Tolstói, Pasternak, Bábel e Nabókov, a Nova Antologia do Conto Russoapresenta outros autores vistos como menos conhecidos, como Odóievski, Grin, Chalámov, Kharms, Platónov e Sorókin, num total de 40.Durante sua estada em São Petersburgo, Gomide, em companhia da professora Diana Shpilevskaya, ex-aluna do Centro Lusófono Camões, foi recebido também pelo professor Vsevolod Bagno, diretor do Instituto de Literatura Russa da Academia das Ciências, instituição conhecida como Casa de Pushkin. Em seguida, foi recepcionado no Centro Lusófono Camões pelo professor de Português Vladimir Ivanov, que representou o diretor da instituição, professor Vadim Kopyl, afastado temporariamente por problemas de saúde. Em diálogo com alunos e ex-alunos do Centro, o professor voltou a abordar os temas de sua palestra.

CURRÍCULO

Bruno Gomide nasceu no Rio de Janeiro em 1972. É doutor pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), com estágio de doutorado na Universidade da Califórnia, em Berkeley. Realizou cursos nas Universidades de Illinois, Indiana, Cambridge e Linguística de Moscou. Foi pesquisador-visitante no Instituto Gorki de Literatura Mundial, em Moscou, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado de São Paulo (Fapesp). É o organizador do grupo de trabalho de Literatura Russa da Associação Brasileira de Literatura Comparada (Abralic).

Tem publicado artigos em periódicos internacionais, como Tolstoy Studies Journal e Vopróssi Literaturi, e participado dos principais congressos de eslavística. Publicou o livro Da estepe à caatinga: o romance russo no Brasil (1887-1936) pela Editora da Universidade de São Paulo (Edusp), sua tese de doutorado, que obteve menção honrosa no prêmio de teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação, no triênio 2004-2007.

CENTRO LUSÓFONO

Professor da USP visita Centro Lusófono em São Petersburgo. 16441.jpegFundado em 1999, o Centro Lusófono Camões começa o ano, em média, com 15 estudantes russos de Português. Os estudantes entram no nível zero, passando para o nível médio, chegando ao nível superior. Em média, formam-se de sete a oito alunos por ano. Desde a sua fundação, o Centro já publicou em edições bilingue livros como o Guia de Conversação Russo-Portuguesa Contemporânea, Poesia Portuguesa Contemporânea(2004), que reúne poemas de 26 poetas portugueses, e Vou-me embora de mim (2007), do poeta português Joaquim Pessoa.

Em 2006, com o apoio da Embaixada do Brasil em Moscou, o Centro publicou o livro Contos e, em 2007, Contos Escolhidos, de Machado de Assis (1839-1908), ambos em edição russo-portuguesa, com prefácios/ensaios do professor Adelto Gonçalves, doutor em Literatura Portuguesa pela USP. O Centro tem também a intenção de publicar em breve uma coletânea de contos e ensaios de autores brasileiros em edição bilíngue.

SERVIÇO – As instituições, editoras e autores do mundo lusófono que quiserem ajudar a enriquecer o acervo do Centro devem enviar os seus livros para:

Prof. Vadim Kopyl

CENTRO LUSÓFONO CAMÕES

Moica 48 – UNIVERSIDADE ESTATAL PEDAGÓGICA HERTZEN k. 14

Saint Petersburg – Russia

email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Oposição ‘prende’ Pútin e corre risco de perder a razão

Não curti esse vídeo do Pútin sendo preso, mas como isso virou um tremendo buzz, boto aqui e deixo minha...

Fechar