Rússia cassou habilitação de 340 mil por embriaguez

0
20
views

Somente na primeira metade do ano, 340 mil russos perderam a habilitação por dirigirem embriagados, de acordo com dados do Alto Tribunal do país. E, mesmo o alcoolismo sendo um problema endêmico por lá, os juízes não andam fazendo vista grossa e muito menos mostrando clemência. E a lei de lá é praticamente tão rígida quanto a nossa atual: é tolerada apenas a medida de 3 decigramas de álcool por litro de sangue. De acordo com especialistas, uma tulipa de chope já é o suficiente para estourar o limite.

E, destes 340 mil que tiveram a habilitação cassada, 131 sofreram a punição após se recusarem o teste do bafômetro ou, em caso de acidentes, não aceitaram fazer o exame de sangue para comprovar o teor de álcool no sangue. Neste caso, além da proibição de dirigir, o suposto infrator responde automaticamente a processos criminais e pode acabar preso por até 4 anos.

Os policiais também podem pedir exames de sangue quando suspeitarem que o motorista não está embriagado, mas visivelmente sob efeito de quaisquer outros narcóticos (medicamentos, heroína, cocaína, maconha, etc.). Em caso de recusa, processo e suspensão.

E a lei russa tem ainda outras nuances. Você pode ser punido também caso permita que alguém bêbado dirija seu carro. Se o infrator for pego, o dono do veículo tem a habilitação cassada e vai acabar tendo que se explicar ao juiz. O ‘gancho’ aos enquadrados pela nova lei varia de seis meses a um dois anos. Se alguém sem licença – ou cuja carteira tenha sido cassada – for pego ao volante, a prisão é imediata, por até 15 dias, ou multa de cerca de R$ 400.

Mas, de acordo com entrevista do líder da união dos motoristas da Rússia, Viktor Pohmelkin, a nova lei não está funcionando. Segundo comunicado, o número de punidos cresceu em cerca de 30% no comparativo com o mesmo período do ano passado. ‘O problema é que cerca de 40% dos motoristas, pegos dirigindo embriagados, conseguem escapar dos ‘gaishnik’ com pequenos subornos’, lamenta.

Só para efeito de comparação. No RJ, o Lula poderia contar com os dedos de sua mão esquerda os motoristas que perderam a carteira após dirigirem bêbados…

Confira aqui a tabela comparativa com os níveis de álcool tolerados em diferentes países

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here