Seleção russa: clubes que são a base e o ‘atleta-heroi’

5
58
views

Enquanto começa a última rodada da primeira fase da Euro 2012 – que acontece na Polônia e na Ucrânia – que tal a gente dar uma analisada nas curiosidades da seleção russa? Provavelmente eles irão avançar, mas temos que aproveitar enquanto o momento dos caras é bom…

Bom, para começo de conversa, é difícil algum outro combinado nacional superar os russos no quesito entrosamento. Dos 23 inscritos, apenas dois atuam fora do país: Izmailov, no Sporting Lisboa e Pogrebnyak, no Fulham, os dois últimos, clubes ingleses. Ou seja, 20 jogam em times russos e se conhecem. Quando não do mesmo time, de equipes rivais.

Dos 20 restantes, 12 jogam nos 4 principais clubes de Moscou: CSKA, Dinamo, Spartak e Lokomotiv. Destes 12, cinco são dos rubroazuis (ou militares) e 4, dos alviazuis (ou policiais). O Lokomotiv cede dois atletas para o combinado nacional enquanto o Spartak, o chamado ‘time do povo’, que tem uma das maiores torcidas do país, contribui apenas um jogador.

O clube que disputa palmo a palmo a maior torcida russa, o Zenit de São Petersburgo, cedeu nada menos que sete atletas para o combinado. Já o Anzhi Makhachkalá, o time de Roberto Carlos, e o Rubin Kazan completam a seleção, com um atleta cada.

E a relação à composição étnica do elenco, tudo segue a mesma tendência: dos 23 inscritos, 12 são nascidos na região de Moscou. Um domínio absoluto, já que, lembrando, mais da metade dos convocados ou joga na capital ou é nascido por lá. A segunda região mais importante russa, a de Leningrado, onde fica a cidade de São Peterburgo, cedeu apenas 4 jogadores à equipe nacional.

Merecem destaque Marat Izmailov, com origens no Tataristão, Vladimir Granat, nascido em Ulan-Ude, na República da Buriácia e Alan Dzagoev, atleta nascido em Beslan, na Ossétia do Norte, na conturbada região do cáucaso russo. Sobre este último, aliás, valem algumas palavras (além daquelas que foram escritas pelo Marcos Felipe, dizendo que ele não gosta muito do Zico, seu ex-treinador no CSKA).

Dzagoev tem o ‘nome nacional’ do país: Alan (o nome da república é Ossétia do Norte-Alania, de onde saiu o povo Alano) e se tornou uma espécie de fator de união nacional (=Cáucaso) em torno da seleção russa. Lembrando, graças às tensões étnicas da região, os povos do Cáucaso não costumam vibrar muito com a seleção russa. E aí opera Dzagoev. Apesar dos norte-ossetas não serem predominantemente muçulmanos, são considerados pelos vizinhos e a presença de Dzagoev é um fator que ajuda a aliviar a tensão. Afinal, há, enfim, um caucasiano na seleção da Rússia. Nascido na cidade onde aconteceu um dos atentatos terroristas mais horrendos da História (Escola de Beslan). E ainda como titular.

Embora um fato realmente notável, isso é tratado de forma bem blasé na Rússia, já que eles costumam ignorar essas rixas étnicas e agir como se nada existisse. Ou seja, para que precisamos de um ‘heroi caucasiano’ se o Cáucaso é parte da Rússia e não há nenhum problema por lá?

E espero que a Rússia siga no torneio, claro. E que eu não tenha me embananado com a matemática…

PS.: O texto inicial dizia que o Arshavin estava no Arsenal. Bom, ele estava, mas irritou tanto as pessoas por lá que voltou para o Zenit e eu esqueci disso. Matéria corrigida com um agradecimento à Julia, do blog Da Chto s Toboi!

5 COMENTÁRIOS

  1. Infelizmente a Russia perde muito gol de formas bizarras. Fiquei acordada até 1 da manhã pra ver eles perderem pra uma grécia retrancada. Triste demais, eles jogam bonito, mas precisam ter calma no ultimo chute. Uma pena.
    E o Arshavin é do Arsenal mas está jogando no Zenit nessa temporada.
    Abraço

    • Boas Julia,
      Obrigado pela visita e pelo comentário! E pq vc ficou até tão tarde? A piada é que a gente já sabia do resultado, né?
      E vc tem razão: Arshavin voltou pro Zenit (pq irritou os Gunners demais, vou corrigir no texto e te dar o crédito, claro!) e Dzagoev é mito. Gordost’ Osetii! =)))

  2. Fiquei até tarde pq o jogo acabou já era quase 1h da manhã aqui em Moscou! rs
    Poxa, eu achava que a Russia passaria pelo menos da primeira fase fase, tsc tsc…
    E obrigada pelo crédito! =P
    Abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here