Ucranianas não param de protestar. Ainda bem

Enquanto a Ucrânia ‘celebrava’ o dia de palestras dedicado ao Irã, chamado, obviamente, de ‘Dia do Irã’, nosso grupo favorito de manifestantes entrou em cena, exigindo a libertação de Sakineh Ashtiani, condenada por participar da participar da morte do marido e por adultério. As meninas entraram, digamos, de peito aberto e foram retiradas pelos seguranças no colinho. Esse é o Femen

email
Related Posts with Thumbnails
http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/stumbleupon_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/delicious_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/technorati_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/google_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/myspace_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/facebook_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/yahoobuzz_48.png http://www.falandorusso.com/wp-content/plugins/sociofluid/images/twitter_48.png


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Morar em Moscou = gastar a alma e um pouco mais

Outro dia vi um mapa de calor interessantíssimo, feito pela amiga Sphinx, do excelente blog Russian Sphinx, sobre as regiões...

Fechar