Uma noite no museu à moda moscovita

0
40
views

Vou direto ao ponto: a notícia que me chamou atenção hoje é a de que o governo de Moscou quer levar seus ‘imigrantes’ para tours pelos museus da cidade, no programa “Музеи для мигрантов” (Museu para os imigrantes). Naturalmente, para que eles conheçam a história e possam ‘dar valor’ ao seu novo lar.

Para isso, lembro mais uma daquelas palavrinhas que, acho, só existem em russo, e sintetizam uma expressão inteira: ‘понаехать’ (Ponaehat’). Significa ‘chegar em grande número’ a um lugar, num sentido que pode variar entre uma ‘diáspora’ ou uma ‘invasão’.

É a palavrinha da moda, já há algum tempo, imagino que logo depois do lançamento do rap do Noize MC, ‘Гимн понаехавших провинциалов’ (Hino aos imigrantes provincianos), que ainda faz barulho por suas rimas tidas como ultradireitistas, mas que são justificadas como sarcasmo.

Voltando à prefeitura de Moscou, a medida tem por objetivo principal tentar integrar quem está chegando, claro, e talvez, subliminarmente, tentar uma cultura de assimilação, de olho na tentativa de diminuição do enorme abismo entre as culturas que está se formando na capital russa.

O tom da medida é dado pelo secretário de cultura de Moscou, Sergei Kapkov:

«Людей, которые приезжают в Москву на заработки, мы будем пытаться как-то образовывать и показывать им ценности столицы, демонстрировать общечеловеческие принципы»

“Vamos tentar educar e mostrar para as pessoas que chegam a Moscou para ganhar dinheiro o valor da nossa capital, e demonstrar princípios de toda a humanidade”

Curiosamente, essas iniciativas sempre pipocam depois do Eid ul-Adha (Курбан-байрам), quando muçulmanos sacrificam bodes e carneiros com facas e essas imagens caem na web, chocando a opinião pública ‘judaico-cristã’. Basta lembrar que, no ano passado, esse foi o principal tópico do ‘código dos moscovitas’, recomendações para uma vida pacata entre as culturas dos imigrantes e dos locais. Ano após ano, esse feriado que marca o fim do Hajj é cada vez mais cercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here